AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Comunicação Pública em Prefeituras e Câmaras de Vereadores

Apresentação

O curso aborda noções sobre comunicação e política, tendo-se como pressuposto a centralidade da comunicação em regimes políticos democráticos, enquanto elemento estratégico para a formação da opinião pública e o exercício da cidadania. O estudo da comunicação pública esclarece acerca do funcionamento do Estado, as demandas específicas e obrigações de cada um dos três Poderes – e respectivas instituições – bem como aborda questões éticas e ligadas à responsabilidade social, tão caras à comunicação pública e à democracia, bem como instiga o exercício crítico sobre o contexto contemporâneo - através do entendimento sobre as relações entre mídia, política e sociedade – e fornece diretrizes para pensar estratégias de comunicação a serem desenvolvidas no contexto em que atuam os participantes do curso.


 

Matrículas encerradas
Avise-me sobre próximas turmas.

 

 

Participantes

Profissionais da área de comunicação e de áreas afins atuantes em prefeituras, câmaras de vereadores e instituições públicas em geral; profissionais atuantes em instituições ligadas ao desenvolvimento regional; interessados em conhecer ou trabalhar com comunicação pública; estudantes de comunicação social; profissionais da área de comunicação social.

Carga horária

16 horas

 

 

 

Programação

Encontro 1 - (manhã) Comunicação Pública e temas de interesse público; (tarde) Opinião Pública.

Encontro 2 - (manhã) Imagem e Credibilidade; (tarde) Estratégias de comunicação e relacionamento para instituições públicas.


 

 

Local de realização

UNISC – Santa Cruz do Sul

 

 


 

 

Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato presencialmente com a Central de Atendimento - Bloco 5, sala 513 (horário de atendimento: 8h às 21h30), pelo telefone (51) 3717-7300, ou pelo e-mail extensao@unisc.br.

Na ocorrência de impossibilidades eventuais, a UNISC reserva-se o direito de alterar o cronograma das aulas previamente informado ou cancelar o curso se o número mínimo de inscritos previsto em projeto não for atingido. 

MENU PRINCIPAL