A Unisc

Trata-se de um grupo recém formado que procura consolidar-se como espaço gerador e organizador de conhecimentos na área da saúde humana nas diversas circunstâncias de interação do homem com o meio onde vive. É dado ênfase em saúde coletiva, comunicação terapêutica e educação para saúde. Por outro lado poderá acolher pesquisadores da saúde, com propostas específicas de especialidades inerentes a carreira do pesquisador. Propõe-se também acolher pesquisadores-emergentes da graduação e Pós-Graduação .

Estudos na Área da Saúde

Compreende a saúde em suas múltiplas expressões e seus enfoques preventivos e curativos, num contexto histórico e socialmente determinado, tendo como foco de investigação os processos cognitivos e comportamentais.

Áreas do conhecimento
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública.

Setores de Aplicação
Saúde humana - Cuidado à saúde das populações humanas;
Saúde humana - Políticas, planejamento e gestão em saúde.

Grupo de Estudos
Suzane Beatriz Frantz Krug (Coordenadora)
Ana Zoe Schiling da Cunha (Sub coordenadora)
Carlos Ricardo Maneck Malfatti (Pesquisador)
Leni Dias Weigelt (Pesquisadora)
Liane Terezinha Schuh Pauli (Pesquisadora)
Maristela Soares Rezende ( Pesquisadora)
Miria Suzana Burgos (Pesquisadora)
Miriam Beatrís Reckziegel (Pesquisadora)
Nestor Pedro Roos (Pesquisador)
Roque Wagner (Pesquisador)
Rosylaine Moura (Pesquisadora)
Suzane Beatriz Frantz Krug (Pesquisadora)
Vera Eleni da Costa Somavilla (Pesquisadora)

Estudantes Bolsistas
Mariélli Trevisan Jost (Enfermagem)
Bárbara Kreibich Muller (Enfermagem)
Murilo dos Santos Graeff (Enfermagem)

Estagiária
Sandra Elenice Mundt (Psicologia)


Estudos sobre Trabalho e Subjetividade

Pesquisa a evolução do conceito de trabalho, a história do trabalho, e a história das idéias sobre o trabalho, as características do trabalho no mundo contemporâneo, suas particularidades no desenvolvimento capitalista e suas modificações na era da informática. Aborda, ainda, o impacto dos processos institucionais e organizacionais do trabalho sobre a subjetividade e a saúde dos trabalhadores.

Áreas do conhecimento
Ciências da Saúde - Enfermagem - Saúde do Trabalhador.

Setores de Aplicação
Saúde humana - Cuidado à saúde das populações humanas.


Gerontologia Social

Estuda e discute o lugar e o papel que ocupam os indivíduos situados na assim definida terceira idade na sociedade contemporânea. Relaciona as políticas públicas e as iniciativas sociais para este setor e as diversas formas de construção e representação da terceira idade como identidade

Áreas do conhecimento
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública - Gerontologia.

Setores de Aplicação
Saúde humana - Cuidado à saúde das populações humanas.


Novas Metodologias da Pesquisa Social

Estuda a pesquisa em seus pressupostos epistemológicos, seus métodos e suas possibilidades na graduação e na pós-graduação. Aborda também a sistematização da pesquisa nas distintas áreas do conhecimento humano.

Áreas do conhecimento
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública - Gerontologia Representação Social Comunicação Terapêutica Sociologia.

Setores de Aplicação
Saúde humana - Cuidado à saúde das populações humanas;
Saúde humana - Saúde humana.


Saúde Coletiva

Estudo de aspectos, além dos tratados pelas ciências naturais, envolvidos na configuração dos padrões coletivos de morbi-mortalidade e das formas sociais de organização do cuidado em saúde.

Áreas do conhecimento
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública - Prevenção Educação Em Saúde Pesquisa Etnográfica Pesquisa Sociológica Saúde Coletiva.

Setores de Aplicação
Saúde humana - Cuidado à saúde das populações humanas;
Saúde humana - Políticas, planejamento e gestão em saúde.

(P) - Pesquisador(a)
(E) - Estudante

ESTUDAR ENFERMAGEM NA UNISC: POR QUE ESTA ESCOLHA

Com o advento da modernidade e da tecnologia, verifica-se que cada vez mais cedo, os jovens ascendem às Universidades para engajar-se nos diversos Cursos. Isto pode ser visto por dois prismas, o primeiro como uma conquista pessoal, da família e da estrutura do ensino; o segundo como uma possibilidade de erro na escolha do Curso, em função da pouca idade e da imaturidade pessoal e muitas vezes pelo desconhecimento da proposta do Curso escolhido. Por outro lado, a forma com que apresentamos ao aluno a proposta de ensino de graduação, é fundamental no seu processo de amadurecimento pessoal, e que a educação bancária, na qual o professor é detentor do saber e os alunos aceitam passivamente as informações, não atendem mais a realidade atual. Portanto, o presente projeto propõe-se a investigar junto aos estudantes do Curso de Enfermagem da UNISC, matriculados nos primeiros e oitavos semestres dos anos de 2003, qual é o grau de satisfação ou insatisfação diante da escolha do Curso para balizar a carreira acadêmica e a vida profissional. Constitui-se num estudo qualitativo com características exploratória e descritiva.

UNISC/FAPERGS


SAÚDE DO TRABALHADOR: BUSCANDO NOVAS POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM

O presente estudo teve como antecedentes uma preocupação dos pesquisadores diante das constantes alterações observadas nos trabalhadores, decorrentes dos esforços repetitivos nas diversas funções laborativas em que o homem se submete ao longo do processo de trabalho. Considerando-se que o trabalhador brasileiro tem uma vida de trabalho ativa entre e 30 e 35 anos pode-se vislumbrar as conseqüências ocorridas com a pessoa que já está há um longo tempo exercendo funções que possam causar os danos da atividade repetitiva. Para conhecer melhor esta realidade procurou-se elaborar um projeto de pesquisa para ser aplicado junto aos trabalhadores na Unidade Municipal de Referência em Saúde do Trabalhador (UMREST) na cidade de Santa Cruz do Sul. Com isto objetivamos, através dos resultados, implementar uma metodologia assistencial de Enfermagem em situações de agravos à saúde do trabalhador, Lesões de Esforços Repetitivos-LER e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho-DORT, com enfoque educativo problematizador, além de promover um processo reflexivo de instrumentalização do trabalhador para um reposicionamento frente às vulnerabilidades e cargas de trabalho vivenciadas.

UNISC/FAPERGS


ESTUDO DOS INDICADORES DE SAÚDE DA FAMÍLIA A PARTIR DAS INFORMAÇÕES CADASTRAIS DOS PROGRAMAS DE SAÚDE DA FAMÍLIA DA 13ª COORDENADORIA REGIONAL DA SAÚDERS - SANTA CRUZ DO SUL

Trata-se de um Projeto cuja proposta é a implantação, através de um grupo multi-profissional da área da saúde, de um banco de indicadores de Saúde da Família a partir das informações fornecidas pela 13ª Coordenadoria Regional de Saúde/RS (13ª CRS/RS).Com este estudo pretende-se conhecer a realidade dos Programas de Saúde da Família (PSFs) circunscritos pela 13ª CRS/RS, no que se refere às especificidades da atenção prestada. Por outro lado e a partir dos dados apurados, planejar e implementar ações que atendam os usuários destes serviços, a comunidade científica, gestores de saúde da esfera Federal, Estadual e Municipal ou outros segmentos desde que se comprometam com os aspectos científicos e éticos do uso. Quanto ao grupo desta pesquisa, espera-se consolidar uma base de estudos e ações que habilitem a área da saúde a desenvolver pesquisas e extensão vinculando-as ao ensino da graduação e da pós-graduação, desta maneira completando o ciclo proposto pelo Ministério da Educação. A escolha do foco em Saúde da Família, deu-se por conta das políticas públicas que apontam para a prática da Saúde Coletiva e Saúde da Família como formas abrangentes de prestar assistência à saúde das comunidades.

PROGRUPPE

MENU PRINCIPAL